Siga o Sindojus-SP

90ad8945a9639e44ec55ccc860020605

PARÁ: Polícia prende acusados pela morte de oficial de Justiça

Três homens foram presos e um adolescente de 17 anos foi apreendido na manhã desta quinta-feira (11), na passagem Santa Fé, no bairro do Guamá, em Belém. Eles são acusados de participar do assassinato do oficial de justiça Ricardo Lobato Varjão, morto na noite da última sexta-feira, 5 de dezembro, na avenida Brás de Aguiar, no bairro da Nazaré em Belém. Os presos são Saturmino Coutinho Queiroz Júnior, de 27 anos; Nilson Fernandes Rodrigues, de 24 anos, e Célio Martins Melo Filho, de 30 anos, além do adolescente, que foi apreendido.

Os homens foram presos na manhã de hoje após investigações da Polícia Civil e estão sendo ouvidos na Delegacia do Marco, em Belém. Eles foram presos em flagrante com drogas, armas e veículos que utilizavam para cometer os assaltos. A mãe do adolescente, identificada como Maria M., também foi presa por porte de drogas.

De acordo com o delegado Éder Mauro, que participou das investigações, o oficial de justiça foi seguido pelos homens desde a saída de um shopping e reagiu ao perceber a tentativa de assalto na Brás de Aguiar. Ele foi atingido pelo adolescente de 17 anos, que estava na garupa da motocicleta conduzida por Célio.

Os homens escolherem o oficial de justiça como vítima porque ele usava um cordão de ouro e teria comprado uma TV de alto valor em um shopping no centro de Belém.Veja fotos da apresentação dos acusados:
O adolescente recebeu apoio de Saturnino e Nilson, que estavam em um carro. Ainda segundo o delegado, o crime se assemelha à prática conhecida como ‘saidinha bancária’ e os acusados já foram reconhecidos pela esposa da vítima.

Primeiramente eles devem responder pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de armas e munições. ‘O menor confessou que o primeiro disparo foi realizado acidentalmente porque ele bateu no vidro do carro e disparou, mas disse que o segundo foi porque ele quis mesmo. Não acreditamos nessa versão porque a perícia já demonstrou que os dois tiros foram disparados em sequência para matar a vítima’, explicou o delegado Ricardo do Rosário, da Delegacia do Marco.

O bando deve ser transferido ainda hoje para a Divisão de Homicídios, onde serão ouvidos pela morte do oficial de justiça. Eles vão responder pelo crime de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. A polícia já pediu a prisão preventiva dos três.

O adolescente vai ser encaminhado para a Data (Delegacia de Atendimento ao Adolescente), onde já tinha passagem por outra ocorrência. A polícia também verifica se o quarto envolvido tem realmente 17 anos, como afirmou em depoimento. Os delegados responsáveis pelo caso informaram que a polícia faz a verificação da identidade do rapaz e poderá solicitar exame ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves para comprovar a menoridade.

Foto: Karla Soares (ORM News)

Fonte: ORM NEWS

 


Leave a comment


Nossa principal prioridade é valorizar os Oficiais de Justiça

Trabalho, seriedade, competência e respeito pela Categoria, essa é nossa marca! Valorização dos Oficiais de Justiça.

Diretoria

Diretoria

Convênios

Convênios