Siga o Sindojus-SP

Novembro azul no TJSP aborda câncer de próstata e saúde masculina

Novembro azul no TJSP aborda câncer de próstata e saúde masculina

Servidores e magistrados acompanharam na manhã de hoje (19) palestra do projeto Novembro Azul no Tribunal de Justiça de São Paulo, celebrado anualmente para promover a conscientização sobre os cuidados com a saúde do homem e principalmente, sobre o câncer de próstata.

Realizado no Fórum João Mendes Júnior, o encontro foi organizado pela Presidência do TJSP em parceria com a Secretaria da Área da Saúde (SAS), Escola Judicial dos Servidores (EJUS), Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário do Estado de São Paulo (Comesp) e Comitê de Ação Social e Cidadania (CASC).

Ao abrir o evento, o juiz assessor e chefe do Gabinete Civil da Presidência, Afonso de Barros Faro Júnior, agradeceu a presença de todos e apresentou o palestrante, o médico Sérgio Bisogni, urologista e doutor em Ciência pelo Serviço de Urologia da Universidade Federal de São Paulo – Unifesp. Bisogni iniciou sua apresentação falando da resistência dos homens em cuidar da saúde e visitar um médico regularmente. “É absolutamente importante a avaliação clínica periódica nos homens, a partir dos 45 anos de idade e acima dos 40 anos, se existirem casos de câncer de próstata na família”, enfatizou.

O exame de próstata, parte integrante da avaliação clínica, é muito simples. É feito o exame de sangue (PSA) e o de toque retal. O câncer de próstata, se tratado precocemente, tem 90% de chances de cura. “Segundo recentes pesquisas, apenas um terço da população masculina faz os dois exames regularmente”, advertiu o especialista.

Durante a palestra, a importância da avaliação sexual também foi tratada. “Muitos vão ao consultório médico e não conseguem falar sobre problemas de desempenho sexual.” Bisogni lembrou que os homens estão vivendo mais, pois antigamente, a expectativa de vida variava entre 30 e 40 anos de idade e, por esta razão, problemas como a disfunção erétil não eram relevantes. “Hoje, 12% da população masculina tem algum problema de disfunção relacionada à ereção”, explicou.

Na parte final da exposição, o médico falou sobre a produção hormonal dos homens após 40 anos de idade e a necessidade da realização de exames periódicos e orientou: “Crie vínculo com um médico de sua confiança, abandone os preconceitos e reserve um tempo para os seus cuidados pessoais”. Em seguida, a plateia presente e também os que assistiram a distância fizeram perguntas ao palestrante.

No encerramento do evento, o Coral da Escola de Música do Estado de São Paulo “Emesp Tom Jobim” apresentou-se, com a regência de Ana Beatriz Zaghi. Muito aplaudidos pela audiência, cantaram Conversa de Botequim, de Noel Rosa; Vira Virou, de Kleiton e Kledir; Berimbau, de Vinicius de Moraes e Bohemian Rhapsody, da banda Queen.

Prestigiaram o evento a desembargadora Ligia Cristina de Araújo Bisogni, membro do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução De Conflitos; o juiz assessor e chefe do Gabinete Civil da Presidência do TJSP, Ricardo Felício Scaff e o secretário da Área da Saúde (SAS), Tarcisio dos Santos. O evento reuniu 85 participantes na Sala do Servidor do Fórum João Mendes Júnior e foi transmitido para outros 33 inscritos na Comarca da Capital e 762 inscritos em 143 comarcas do Interior.

Em razão do mesmo projeto, realizou-se ontem (18), no Salão do Júri do Fórum de São Sebastião, palestra sobre o câncer de próstata, com a participação de Herbert Thomas Lucckman, psicólogo oncológico, e Talita Prado Ramos, farmacêutica e coordenadora do Setor de Oncologia do Hospital Municipal de São Sebastião. Ao final, os palestrantes esclareceram dúvidas sobre a doença.

Sérgio Bisogni em palestra do projeto “Novembro Azul no TJSP”

Comunicação Social TJSP – DI (texto) / RL (fotos)

imprensatj@tjsp.jus.br

Fonte: TJSP


Leave a comment


Nossa principal prioridade é valorizar os Oficiais de Justiça

Trabalho, seriedade, competência e respeito pela Categoria, essa é nossa marca! Valorização dos Oficiais de Justiça.

Diretoria

Diretoria

Convênios

Convênios