Siga o Sindojus-SP

Imagem.ashx

Diretora de Comunicação do TJSP é vencedora do 14º Troféu Mulher Imprensa

Nesta segunda-feira (9), primeiro dia da ‘Semana da Mulher’ e um após a comemoração do ‘Dia Internacional da Mulher’, o Troféu Mulher Imprensa divulgou as ganhadoras da 14ª edição do prêmio. A diretora de Comunicação do Tribunal de Justiça de São Paulo, Rosangela Sanches, foi a vencedora na inédita categoria “Comunicação Pública”, com 29,4% dos votos, seguida de Vanessa Pessoa (Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo), com 23,7%; Ana Cristina Rosa (Tribunal Superior Eleitoral – DF), que teve 19%; Leticia Bragaglia (Governo do Estado de SP), com 15% e Aline Castro (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região), que recebeu 13% dos votos.

O prêmio é uma iniciativa da revista e portal “Imprensa”, único no Brasil destinado a reconhecer o trabalho jornalístico das mulheres dentro e fora das redações brasileiras.

Rosangela Sanches trabalha com Comunicação Pública há 22 anos, 14 deles dedicados ao TJSP. É formada em Jornalismo e Direito e também trabalhou na Secretaria Estadual da Administração Penitenciária, no Ministério Público do Estado de São Paulo e na Escola Superior do Ministério Público de São Paulo. Os trabalhos desenvolvidos por Rosangela e sua equipe já venceram por 11 vezes o Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça em diversas categorias – Relacionamento com a Mídia, Comunicação Interna e Comunicação de Interesse Público, entre outros.

  Confira entrevista com a diretora de Comunicação do TJSP:

O que significa ganhar o 14º Troféu Mulher Imprensa na categoria Comunicação Pública, criada neste ano?

Essa premiação não vem para mim, mas sim para o Poder Judiciário. É muito bom que a Revista Imprensa tenha aberto essa possibilidade e criado a categoria de Comunicação Pública, porque há profissionais desse ramo que trabalham duro no dia a dia. Minhas concorrentes são excelentes, merecidamente estavam entre as cinco indicadas, e para todas eu tiro o meu chapéu. Me sinto muito honrada com o prêmio e gostaria de dividi-lo com todos os assessores dos Tribunais de Justiça do Brasil. Nós acompanhamos o trabalho um do outro e sei que tem muita gente boa que merecia esse prêmio tanto quanto eu.

Conte um pouco da sua trajetória, como começou na Comunicação Pública?

Eu ingressei no Tribunal de Justiça em 1998 e, naquele ano, tivemos que imprimir 500 fotografias para enviar para 500 jornais do interior e comunicar a posse do presidente do TJ, na época o desembargador Dirceu de Mello. Tudo mudou de uma forma muito rápida, a comunicação de hoje é outra, os tempos são outros, mas o amor e a vontade que temos de trabalhar e divulgar as coisas boas do Tribunal são os mesmos desde o dia em que cheguei aqui. Sempre gostei da área da Jurídica, e, em especial, do sistema de justiça, Trabalhei por oito anos no Jornal Notícias Forenses. Nunca havia trabalhado com assessoria de imprensa antes, era editora do Conjur até entrar no Tribunal. Passei quatro anos aqui, depois fiquei outros quatro anos e meio na Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), um período de muito aprendizado. Nessa época fizemos o concurso Miss Penitenciária e conseguimos uma mídia espontânea no jornal The New York Times de página inteira, um resultado excelente. Depois disso, fiquei quatro anos no Ministério Público e retornei para o Tribunal de Justiça de São Paulo, onde estou há exatamente uma década, sempre muito feliz.

Quais são os desafios da Comunicação Pública?

Um dos maiores desafios que temos é justamente fazer com que a sociedade e a imprensa entendam que o Judiciário é formado por pessoas, por seres humanos de competência muito grande, que trabalham com soluções de conflitos envolvendo todos os setores da vida das pessoas. Esse respeito ao trabalho do Judiciário, ao juiz do interior, ao escrevente, ao servidor, é a nossa luta constante e deve estar em todos os setores da Comunicação Pública, independente de ser Poder Judiciário, Executivo ou Legislativo. Também quero registrar que ninguém faz nada sozinho. Eu não ganhei esse prêmio sozinha, quem ganhou foi a equipe do Tribunal de Justiça de São Paulo, nossos magistrados, nossos servidores, todos que trabalham aqui dentro, o dia todo, tentando levar notícias boas e instruindo os jornalistas para que conheçam tudo que é feito no Judiciário.

Comunicação Social TJSP – AM (texto) / JT (arte)

imprensatj@tjsp.jus.br

Fonte : TJSP

 


Leave a comment


Nossa principal prioridade é valorizar os Oficiais de Justiça

Trabalho, seriedade, competência e respeito pela Categoria, essa é nossa marca! Valorização dos Oficiais de Justiça.

Diretoria

Diretoria

Convênios

Convênios