Siga o Sindojus-SP

36968459-2012768735423154-7361246071835590656-n

Após morte de Oficial de Justiça grávida, OAB discute instalação de ambulatório em Fórum

Natália Dias Cesco, de 34 anos, teve uma parada cardiorrespiratória durante o horário de trabalho em Sorocaba. Samu demorou 28 minutos para chegar ao local.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Sorocaba (SP) retomou nesta sexta-feira (31) o debate sobre a necessidade de um ambulatório para atendimento médico emergencial no Fórum do Judiciário Estadual, localizado no Alto da Boa Vista. O assunto veia à tona depois que uma oficial de justiça grávida de oito meses morreu ao sofrer uma parada cardiorrespiratória durante o horário de trabalho. O bebê também não resistiu.

Natália Dias Cesco, de 34 anos, passou mal no corredor do Fórum, na tarde de quinta-feira (30). O Samu foi acionado por volta das 16h02 e encaminhou uma ambulância de suporte avançado, com um médico e enfermeiro, para atender à ocorrência.

O veículo chegou ao local às 16h30, segundo o Samu, e a equipe fez todos os procedimentos de primeiro socorro, que não foram suficientes.

Diante da situação, a OAB ressaltou a necessidade de que o assunto seja debatido. “Segundo divulgado, o socorro foi acionado, mas não houve tempo, infelizmente, de evitar que a servidora viesse a óbito. O fato registrado reclama apuração e retoma o debate sobre a necessidade de o espaço dispor de ambulatório para atendimento médico emergencial. Por lá, conforme estatísticas circulam em média duas mil pessoas diariamente”.

Ainda segundo a OAB, o assunto já está pautado dentro da agenda de prioridades da diretoria, que deverá requerer aos órgãos competentes a tomada de providências para dotar o equipamento público desse serviço.

De acordo com Maurício Carlos Queiroz, presidente da Associação Família Forense da Comarca de Sorocaba (Affocos), a principal reivindicação é a construção de um espaço físico para atendimento de casos de urgência e emergência de servidores e munícipes que frequentam o Fórum.

Segundo ele, são cerca de 700 servidores que passam todos os dias pelo Fórum. Somando os quase dois mil munícipes, o movimento diário fica entre 2,5 mil e três mil pessoas.

O diretor do Fórum de Sorocaba, Carlos Maluf, disse à TV TEM que apoia o pedido e que irá apresentar formalmente um requerimento à Presidência do Tribunal de Justiça.

A reportagem do G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo para questionar sobre a falta de um ambulatório no Fórum do Judiciário Estadual de Sorocaba, mas, até a publicação desta reportagem, não obteve resposta.

Conteúdo completo no site do G1

Por G1 Sorocaba e Jundiaí

Foto: Reprodução- Facebook


Leave a comment


Nossa principal prioridade é valorizar os Oficiais de Justiça

Trabalho, seriedade, competência e respeito pela Categoria, essa é nossa marca! Valorização dos Oficiais de Justiça.

Diretoria

Diretoria

Convênios

Convênios